O que realmente importa

Um homem uma vez foi a um ministro para aconselhamento.
"Eu perdi tudo", ele lamentou.
"Oh," o pregador respondeu: "Eu sinto muito em ouvir que você perdeu a sua fé."
"Não", o homem corrigiu: "Eu não perdi a minha fé."
"Bem, então", respondeu o pregador, "Estou triste ouvir você perdeu o seu caráter."
"Eu não disse isso," o homem corrigido. "Eu ainda tenho o meu caráter."
"Então, eu estou tão triste de ouvir que você perdeu a sua salvação."
"Isso não é o que eu disse!" O homem se opuseram, começando a perder a paciência.
O ministro explicou: "Bem, você tem a sua fé, o seu caráter e sua salvação. Parece-me, você perdeu nenhuma das coisas que realmente importam. "

MAX LUCADO
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A cobra que picou Paulo

Chuvas no Espirito Santo

Somos Pequenos